2010/09/11

Sou como sou...


Há alturas na vida que me sinto um extra-terrestre...Olho em volta e sem querer ser mais do que alguém, reparo que, apesar de tudo o que vivi, o que fiz, o que senti, etc, mantenho a lucidez, a fluidez de raciocinio.

Há pessoas que vivem com uma "tábua" à frente da cara e passam a vida a dar cabeçadas nela... outros a comer "sapos"...outros há que têm um cérebro tão atrofiado que mais parece um feijão...

Oh, santa paciência...

Todos temos defeitos, e não somos iguais, (já dizia a minha avozinha), porque não respeitar as diferenças de cada um?

Se eu gosto de paz e de bom entendimento, de ajudar o próximo, de respeitar, porque não hão-de fazer o mesmo para comigo? Porquê logo um rótulo de "boa samaritana" "Madre Teresa" e coisas parecidas?

Sou como sou e gosto de ser assim.

Até hoje, tenho o previlégio de poder entrar onde quero e falar com quem eu quero...

Criei um mundo muito próprio e um "eu" à minha maneira...Segui conselho daqui e dali, sem copiar ninguém...Não sou cópia de ninguém, apenas aprendi com os ensinamentos dos mais velhos, mas soube-os escolher...

Não estudei muito, por malandrice da idade, mas doutorei-me na escola da vida com uma nota razoávelmente boa. O resultado não me desilude e vejo-o nos meus frutos...

Um dia serão eles a sentirem-se "diferentes" mas não fora de moda, porque a educação e o respeito não têm modas...E é o que tento incutir neles acima de tudo...é a herança que lhes posso dar...

0 carinhos:

 
© 2009 *By Bela sem Alma*